ITM Empreendimentos

RI 005/2023 – R-02-10.913

A maioria das pessoas sabe que estar em meio à natureza faz bem, mas muitas ainda subestimam o poder dessa prática em suas vidas. Felizmente, pesquisas científicas têm comprovado cada vez mais que os efeitos do contato com a natureza são transformadores e extremamente positivos para o ser humano: de escritórios e hospitais com áreas verdes, à canto dos pássaros como remédio contra a ansiedade, a natureza oferece de tudo para o nosso bem estar.

Foi com base nesse conhecimento, que pesquisadores japoneses começaram, nos anos 1980, a investigar os benefícios de uma atividade que foi então batizada de shinrin-yoku, e que aqui no Brasil tem sido conhecida como “banho de floresta”. O banho de floresta consiste em se dirigir a um local arborizado e caminhar, meditar ou contemplar silenciosamente a natureza.

Por mais simples que pareça, essa prática tem sido cada vez menos frequente entre as pessoas, devido às rotinas agitadas da maioria. Os próprios japoneses começaram a investigação e incentivo dessa terapia ao perceberem que a população estava  altamente  confinada em escritórios, e reproduzindo automaticamente seus trajetos de trabalho para a casa, e vice-versa.

Os benefícios do banho de floresta

O incentivo deu certo no Japão, e o hábito foi adotado por uma grande parte da população. Até hoje os efeitos positivos são estudados e documentados em inúmeras pesquisas: o banho de floresta é uma medicina preventiva e também um tratamento, que diminui o cortisol (hormônio causador do estresse) e a pressão arterial, melhora a concentração e a imunidade, melhora a qualidade do sono e aumenta as células anti tumorais na circulação sanguínea.

Como praticar o banho de floresta

Nos grandes centros urbanos pode ser difícil achar grandes áreas verdes para a realização dessa prática medicinal e terapêutica. Entretanto, espaços como parques, jardins botânicos, zoológicos e demais áreas de preservação são muito propícios para a atividade. Já em cidades como Bananeiras, com imensas áreas verdes, repletas de trilhas e cachoeiras, fazer o banho de floresta é muito fácil e prazeroso.

Para aderir à prática, é preciso entender que o shinrin-yoku não é um esporte, e portanto, não há competição, metas ou pressa. Além disso, é uma prática solitária: você até pode fazer acompanhado de uma ou mais pessoas, mas todos precisam estar em silêncio para realmente ouvir, ver, sentir e se concentrar na natureza ao redor. A postura que deve ser adotada lembra muito os exercícios de mindfulness, e em que a introspecção é essencial.

Morar em meio à natureza é um verdadeiro privilégio

Com tantas comprovações de que estar em meio à natureza faz bem à saúde física, mental e emocional, podemos concluir que morar em locais verdes é um verdadeiro privilégio. Acordar e sentir o cheiro da terra, das folhas e das flores; ouvir o farfalhar das árvores e o som dos pássaros, e observar a beleza e exuberância das paisagens, contribui para o bem estar, a felicidade, a tranquilidade e a longevidade.

 Foi pensando em tudo isso que escolhemos o local ideal para criar o Ville Vert, bem como pensamos no paisagismo que encanta, acolhe e inspira o bem viver. No Ville Vert, você pode fazer o seu banho de floresta todos os dias, e sentir o efeito poderoso da natureza contagiar todas as esferas da sua vida.

 

Para saber mais sobre esse projeto, acesse nosso book digital e entre em contato com nossos consultores. Escolha viver em paz todos os dias – escolha o Ville Vert.